Notícias

andaimes

Esqueça os andaimes!

Quem atua direta ou indiretamente com trabalhos em altura certamente já teve esta dúvida: andaimes ou plataformas elevatórias, qual é a ferramenta mais adequada?

Provavelmente, você já tenha ciência da importância da implantação de medidas preventivas no ambiente de trabalho, mas é comum surgirem dúvidas nesse processo e uma delas é identificar a ferramenta mais segura para operações. 

Um dos setores que utilizam, com todo vigor, tais maquinários é o de construção civil, devido à facilidade de execução de obras verticais, bem como prédios e estabelecimentos comerciais, por exemplo. 

Para livrar-se dessa dúvida, destacamos as funcionalidades de cada um: andaime e plataformas elevatórias. 

Acompanhe a leitura e fique por dentro!

Entenda mais sobre os andaimes

Sobretudo, os andaimes consistem em estruturas projetadas para mover trabalhadores a locais de altura elevada. No âmbito da construção, eles são utilizados para promover o alcance de pavimentos superiores.

Primordialmente, o material mais aplicado para a produção desse tipo de maquinário é o aço, devido à sua grande resistência. 

Com a utilização de andaimes, é mais fácil realizar construção, reparos e manutenções das partes mais elevadas de edificações. 

Tipos de andaimes

Assim sendo, abaixo temos breves descritivos dos tipos de andaimes, só para exemplificar melhor:

  • Andaimes apoiados: sua estrutura é apoiada de forma simples e possui altura de até 2 metros, o que faz com que esse modelo seja muito utilizado por pintores, por exemplo; 
  • Andaimes móveis: sua estrutura é apoiada sobre rodas e para potencializar a segurança, ela deve ser instalada em superfícies planas;
  • Andaimes suspensos mecânicos: um dos modelos mais utilizados em edificações, sendo a sua sustentação feita por cabos de aço e guinchos;
  • Andaimes em balanço: outro modelo que é fortemente aplicado em construções civis de modo geral. A sua estrutura é mantida por balanço ou vigamentos;
  • Andaimes fachadeiros: como o seu nome diz, eles são projetados para serem utilizados em fachadas. São constituídos por elemento vertical simples (EVS), elemento vertical com escada (EVE), diagonal X, barra de ligação, guarda-corpo e piso metálico (elemento horizontal).  Esses modelos são obrigatórios em trabalhos acima de 4 metros;
  • Andaime cadeira suspensa: modelo utilizado em locais fechados e de pouco espaço, como pinturas de parede, por exemplo.

Plataformas elevatórias

Em contrapartida, temos as plataformas elevatórias, que vêm dominando o espaço dia a dia. Elas são estruturas que trazem enorme facilidade no acesso de locais com até 20 metros. 

E desse assunto, nós tiramos de letra, como ninguém! Afinal de contas, nossa história já engloba mais de 8 anos e fazemos questão de trazer ao nosso quadro de colaboradores engenheiros e técnicos especialistas. 

Segurança do trabalho em altura é a premissa básica da nossa cultura organizacional e, por isso, estamos constantemente promovendo a todo nosso time capacitações, com a finalidade de entregar as melhores soluções aos nossos clientes.

Além disso, vale ressaltar que para operar as plataformas elevatórias, é preciso treinamento adequado. Aqui, no Grupo Singular e Hortoman, você obtém os melhores certificados, em conformidade com as normas regulamentadoras NR 18 e NR 35, e recebe certificado. 

Nossas plataformas elevatórias 

  • Plataforma elevatória tesoura: modelo cujo movimento remete a uma tesoura quando faz um corte. Esse tipo é muito comum para carregamento de grande peso, para quando precisa-se que mais de uma pessoa opere sobre ele, entre outras funcionalidades;  
  • Plataforma elevatória articulada: composta por rodas e um braço comprido e articulado, que remete a uma girada. Seu funcionamento se dá por meio de transferência de cargas de forma vertical. Este modelo, em específico, é abastecido via eletricidade; 
  • Plataforma articulada à base de combustão: esse tipo de plataforma possui braço dobrável, é versátil, prática e com fácil locomoção;
  • Mini plataforma tesoura: modelo compacto e robusto. Frequentemente aplicado em ambientes internos, como supermercados, hotéis, estabelecimentos comerciais em geral e até mesmo em obras subterrâneas; 
  • Escada elétrica: ideal para quem busca robustez, economia de energia e praticidade de locomoção. 

Mas afinal, entre andaimes e plataformas elevatórias, qual escolher?

Sem dúvidas, as plataformas são mais indicadas para a maioria das situações. Inclusive para ambientes internos. Mas é claro que é preciso que o operador tenha total precaução.

Um ponto extremamente vantajoso acerca das plataformas que eles propiciam maior facilidade de instalação, uma vez que costumam ser peças únicas, em contrapartida, os andaimes são desarticulados e demandam maior tempo para montagem.

Por serem ferramentas modernas e mais tecnológicas, as plataformas apresentam funcionalidades similares aos andaimes, mas nem sempre o inverso acontece, o que faz com que elas tenham maiores aplicabilidades e ofereçam maior economia financeira.

Se busca por segurança eficaz do trabalho em altura e conforto, as plataformas elevatórias são a peça-chave para esse ideal. Vamos seguir juntos nesta direção?

Para solicitar um orçamento de vendas ou locação de plataformas elevatórias, peças originais ou manutenção, entre em contato com a nossa equipe pelos telefones: (19) 99794-2068 (Danilo), (19) 99637-6383 (Ferreira) e (19) 9 9623-5939 (Nádja). 

Leia também: COMO MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA EMPRESARIAL?

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
Email
Print
Abrir Whatsapp
Olá, precisa de ajuda?